domingo, 24 de novembro de 2013

CINCO FILMES DE AUDREY TAUTOU QUE MOSTRAM POR QUÊ ELA É A MELHOR

Audrey Tautou nasceu em 9 de agosto de 1978 na cidade francesa de Beaumont. Logo cedo, ela resolveu se inscrever na escola de atores Cours Florent. Os prêmios começaram a aparecer já em 1998, quando ganhou na categoria Melhor Atriz Jovem no 9º Festival de Comédias de Jeune, em Bezier. Nesta ocasião, chamou a atenção da cineasta francesa Tonie Marshall que deu à Audrey o papel de Marie em Instituto de Beleza Vênus. Por sua performance em O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, recebeu a indicação ao BAFTA – principal prêmio do cinema inglês – na categoria Melhor Atriz. Definitivamente, foi depois desse filme que ela descobriu o que é ser famosa em todos os continentes do planeta.\r\nOlhos grandes e escuros, assim como seus cabelos, dentes tortos e uma orelha que teima em ficar para fora do cabelo. A beleza de Audrey Tautou é incomum, exótica, com ares de inocência e tão doce quanto a de Amélie Poulain, sua personagem mais famosa. A francesinha diz ainda que não teria problema algum em fazer um filme de Hollywood. E pode apostar que, depois do sucesso de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, propostas não faltam. Mas ela pondera: \\'Com certeza, não vou querer estar em alguma comédia do tipo ‘Alguma Coisa Parte 3’, se é que você me entende.\\'\r\nJean-Pierre Jeunet, diretor de O Fabuloso Destino de Amélie Poulain, disse que escolheu Audrey Tautou para protagonizar seu filme simplesmente por ela ser como é: “(No dia do teste) Em cinco minutos, ela me deu o coração do personagem, uma pequena garota que gostaria de ser uma dama antes de se tornar uma mulher”, definiu o cineasta francês. Apesar de Jeunet ter se encantado com Audrey quando testava atrizes para seu filme, ela não foi a primeira atriz a ser cogitada para o papel: o cineasta pensava em Emily Watson.\r\nQuem a vê em O Fabuloso Destino de Amélie Poulain nem imagina que ela pode interpretar uma jovem obcecada por um homem casado. Pois é esse seu papel em Bem Me Quer, Mal Me Quer.\r\nOutro filme de Audrey é Coisas Belas e Sujas, filme dirigido por Stephen Fears, grande vencedor do British Independent Film Awards, que premia filmes ingleses independentes. O filme levou as categorias Melhor Filme Britânico, Melhor Diretor, Melhor Roteiro (Steve Knight) e Melhor Ator (Chiwetel Ejiofor).\r\nNele, a francesinha faz o papel de uma imigrante turca que, vivendo ilegalmente em Londres, tenta sobreviver em meio a uma trama envolvendo assassinatos, tráfico de órgãos e chantagem.\r\nOutros filmes de Audrey Tautou são A Very Long Engagement, em que faz Mathilde Donnay, uma jovem viúva que investiga a morte de seu marido na Segunda Guerra Mundial, e Nowhere to Go But Up, comédia romântica em que Audrey é é Val Chipzik, uma aspirante à atriz que tenta a sorte em Nova York. ABC – Audrey Tautou nasceu em 9 de agosto de 1978 na cidade francesa de Beaumont.
Por esses motivos nosso set list da semana é sobre essa importante atriz em 5 filmes.
1- O Fabuloso Destino de Amélie Poulin 
Amélie é uma garota que cresceu isolada das outras crianças, porque seu pai acreditava que ela tinha problemas no coração e desenvolveu um jeito todo próprio de relacionar-se com as pessoas. um filme encantador, que tornou Audrey famosa em todo o mundo. o que poucos sabem é que a primeira opção para o papel era a inglesa Emily Watson, 12 anos mais velha. foi indicado a cinco Oscars.

2-O Código Da Vinci 
 Baseado no best-seller de Dan Brown o filme traz uma série de teorias conspiratórias milenares malucas sobre maçonaria, igreja católica. funciona bem no livro, mas o filme, embora literal, é bem fraco. os atores franceses Jean Reno e Audrey Tautou teriam sido impostos pelo presidente Jacques Chirac como condição para utilizarem locações como o museu do Louvre. uma estreia ruim para Audrey em blockbusters.
3- Uma Doce Mentira 
Para animar sua mãe depressiva - Nathalie Baye ótima - a dona de um salão de beleza - Audrey - lhe repassa anonimamente a carta de um admirador que ela mesma recebeu, mas isso causa uma sucessão de mal entendidos. Comédia romântica agradável, boa para uma tarde fria.

4-Eterno Amor 
 O reencontro de Audrey com o diretor Jean-Marc Jeunet, de Amélie, num bonito drama passado na época da primeira grande guerra. um jovem casal que cresceu junto, se separa quando o rapaz é enviado para o campo de batalha, desaparece no front e é dado como morto mas ela jamais perde a esperança de reencontrá-lo. O detalhe da composição da personagem é que em função de uma perna mais curta, ela passa o filme mancando ou sendo carregada.
5- Coco Antes de Chanel 
 Biografia "limpinha" da polêmica e genial estilista, com boa recriação de época e, claro, belos figurinos. Audrey parece um pouco frágil demais para o papel, mas é simpática como sempre.