domingo, 10 de novembro de 2013

A MENTIRA ELEITORAL DAS COTAS NEGRAS NO CONCURSO:POR QUÊ NÃO SE JUSTIFICA?


Os números não justificam o projeto de lei proposto pela presidente Dilma Rousseff, que promete colocar mais afrodescendentes no serviço público. Criado sob o pretexto de que a representatividade negra na administração pública é baixa, o propósito não é confirmado pelos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo o último Censo do instituto, 45% dos funcionários em âmbito federal, estadual e municipal pertencem a essa etnia. Nos governos das cidades e dos estados, eles são 81% e 51%, respectivamente. Nos órgãos federais, eles somam 33%.

Para o professor Diogo Costa, do Ibmec, a proposta da presidente tem impacto político e, por isso, foi aplicada neste momento. “É muito mais fácil para o Estado criar políticas que tenham baixo custo, mas forte apelo popular. Não há discriminação ou privilégio no concurso público. Se esse privilégio ocorreu, foi anteriormente”, pontuou.

Os dados, divulgados em estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), consideram os funcionários estatutários, os militares, os empregados públicos (que necessitam de concurso), cargos em comissão (que pode ou não ter sido contratado a partir de um certame) e terceirizados, que entram sem processo seletivo.
Fonte: Conjur

Comentário do Blogueiro
É de uma extrema farsa eleitoral o que nossa presidente está defendendo e propondo.Não existe justificativa e fere o principio de que todo cidadão é igual que está no artigo 5º de nossa Lei maior.
Visando as urnas em 2014 nosso pais caminha para mais uma lei socialista criada pelo nosso "Hugo Chaves" de calcinha.Está mais do que provado que tal lei não tem necessidade de existi logo é uma fantasia que dificulta ainda mais os parcos acessos as vagas de concurso.É só olha os recentes editais.Um verdadeira loteria onde estuda e se sacrificar não é garantia de entra nos orgão que colocam apenas o ridículo número de 5 vagas para 20 mil inscritos.Ao invés de criar cotas ampliem as vagas,tirem os comissionados e prestadores colocados com retribuição eleitoral que garanto que negros,índios,geys ,judeus,brancos,amarelos,pardos enfim todos terão acesso Dona Dilma.