domingo, 18 de agosto de 2013

FILME DA SEMANA: BRASÍLIA 18 %

SINOPSE:
Olavo Bilac (Carlos Alberto Riccelli) é um renomado médico legista, que trabalha em Los Angeles. Bilac é convidado pelo Instituto Médico Legal de Brasília a dar seu parecer na perícia de identificação de uma ossada, que supostamente pertence à jovem economista Eugênia Câmara (Karine Carvalho), desaparecida há meses. A decisão de Bilac é cercada de expectativa, já que se for constatado que a ossada é de Eugênia isto significa que ela foi morta por seu namorado, o cineasta Augusto dos Anjos (Michel Melamed), que foi a última pessoa a vê-la antes de seu desaparecimento. Entretanto há interesses para que Augusto permaneça na cadeia, devido a acusações por ele feitas a políticos. É quando, em meio às pesquisas através de fotos, vídeos e de comentários contraditórios, Bilac termina se apaixonando por Eugênia.

CRÍTICA:
Filmado no auge do mensalão Brasilia 18 % é um filme que passou despercebido mas merece ser revisitado tanto pela sua denúncia como pela ousadia de escancara como é podre as negociatas políticas desse país.Com um excelente roteiro e uma trama envolvente, somos levados a revisitar  nossa memória o quanto esse país é corrupto.A começa pelos eleitores que em troca de R$20,00 elegem traficantes e bandidos para legislar e de como as CPI não passam de meros teatros.A figura do artista que no fim leva a culpa de tudo e de seu depoimento assistido por uma única pessoa ao lado de uma livraria universitária deixa uma mensagem simples.Que apenas o conhecimento libertará e vai dar uma consciência política a essa nação.É um filme forte e esclarecedor que merece ser exibido em horário nobre e em cada escola e universidade desse país.Nota 9

TRAILER