domingo, 28 de julho de 2013

ESTADO LAICO NÃO É UM ESTADO ATEU


Considerei  um desrespeito    o que fizeram com nossos irmão Católicos ontem na Marcha das Vadias quebra imagens e provoca os religiosos despedidos e cobertos apenas com imagens sagras mostra que o propósito desse movimento é desrespeitar e fazer a sociedade engolir algo a força.Nesse momento não vemos os esbravadores que pedem um estado laico criticando isso.É chocante o que fizeram.Onde estava o ministério público.Nossa Constituição garante a liberdade de culto no artigo quinto bem como a proteção de símbolos religiosos.Gestos assim mostram o propósito verdadeiros desse movimento.Este país pode ser laico mas não é ateu.Se pudessem perderiam nossos padres e pastores,baniriam nossos biblias, nos limitariam aos nossos templos.Renato Vargens foi bem feliz em cita Norma Braga:"Entenda bem isso agora: quando você defende o "Estado laico" como se quisesse tirar a religião da esfera de influência pública - em vez de simplesmente afirmar a separação entre Estado e religião - , você está contribuindo para que o Estado se torne cada vez mais autônomo e poderoso em todas as áreas da vida humana: leis, educação, cultura, até os recônditos privados do lar e da consciência. O cristianismo dava limites ao Estado de um modo que nada mais poderá dar, porque o colocava sujeito à autoridade do Deus cristão, com suas leis eternas, que atribuem uma dignidade ao ser humano que está ausente na política. Sem isso, nós nos tornamos peças de tabuleiro sob o monstruoso deus estatal e ficamos sujeitos ao consenso dos poderosos da vez. Depois você não poderá reclamar se for vítima de abuso estatal: não haverá quem o ouça."
Link da reportagem :http://www.youtube.com/watch?v=f63MqJ2z_yI