terça-feira, 18 de junho de 2013

Cinco professores que marcaram o cinema

Nossa lista de 5 dessa semana traz o tema professores.Esses filmes são ideais para serem exibidos em turmas universitárias ou até para reflexão em sala de aula da importância do papel do professor.Marcantes e uma boa fonte de diversão.
1 – Sidney Potier em Ao Mestre, com Carinho
 Emocionante retrato de uma antecipação da realidade contemporânea da sala de aula. O foco central é em questões raciais, mas o personagem de Poitier ficou na lembrança pela forma respeitosa e ética que conduziu os seus alunos de difícil tato durante o tempo em que ensinou. A canção tema é um marco. To Sir, With Love. No drama, o engenheiro desempregado Mark Thackeray (Sidney Poitier, ótimo) consegue um trabalho como professor em um bairro operário de Londres. Mas os alunos são problemáticos e querem testa-lo. Tratando-os como adultos e com muito respeito, consegue a confiança deles e ainda foge dos avanços de uma aluna apaixonada.
2- Andrea Beltrão em Verônica 

 Uma professora e uma relação que ultrapassa os muros da escola, Andrea Beltrão, uma das melhores atrizes do Brasil interpreta a personagem título numa corrida contra o tempo… e contra bandidos armados. O filme cumpre o que diz a sinopse oficial. Verônica é uma professora da rede municipal do Rio de Janeiro. Em seu trabalho ela precisa enfrentar assaltos, tráfico de drogas, roubo de equipamento escolar e homicídios. Após trabalhar na função por 20 anos, ela está esgotada e sem paciência. Um dia, ao sair do colégio em que trabalha, ela nota que ninguém veio buscar Leandro (Matheus de Sá), de 8 anos. Verônica decide levá-lo até sua casa, na favela, mas ao chegar descobre que traficantes mataram os pais de Leandro e agora estão atrás dele. Ela decide levá-lo consigo, buscando ajuda para escondê-lo.
3- Julia Roberts em O Sorriso de Monalisa 

Em O Sorriso de Monalisa, Katharine Watson (Julia Roberts) é uma recém-graduada professora que consegue emprego no conceituado colégioWellesley, para lecionar aulas de História da Arte. Incomodada com o conservadorismo da sociedade e do próprio colégio em que trabalha, Katharine decide lutar contra estas normas e acaba inspirando suas alunas a enfrentarem os desafios da vida. O filme é sensível e toca em mudanças que um professor pode operar na vida de um aprendiz. É um daqueles filmes que fazem vibrar quando a professora bem interpretada por Julia Roberts coloca algumas alunas arrogantes em seu devido lugar. Muito bom para pensar o tema e pode servir de inspiração para você, caro leitor, em qualquer etapa educativa da sua vida, seja com filhos, com amigos, ou até mesmo, na sala de aula, caso seja um professor.
4- Robin Willians em Sociedade dos Poetas Mortos
 Rasguem essas páginas, agora, podem ir rasgando. Para o professor John Keating, os prefácios e críticas de obras literárias são excessos desnecessários. Para o melhor aprendizado, os alunos devem ter contato com a própria obra, não fica se entupindo de teoria antes. Também penso assim. E é desta forma que o professor John vai ganhar a simpatia e idolatria dos alunos, e concomitantemente, a aversão dos diretores e responsáveis pela escola interna de rapazes. Marco do cinema no que tange o personagem professor, Sociedade dos Poetas Mortos é delicado e toca com cuidado em temáticas da juventude. Um clássico moderno obrigatório nesta lista. Após 28 de fevereiro de 1990, data de estreia do filme, muitos professores da realidade tentaram seguir este padrão de aula. 
5-Michelle Pfeifer em Mentes Perigosas 

Michelle Pfeifer enfrenta os diabos numa turma de jovens e adultos problemáticos. Concorrendo com o tráfico e com a situação social em desgraça de alguns, a professora precisa fazer o máximo para segurar os seus alunos em sala. Um dos meus prediletos no que tange à relação da Sétima arte com a profissão abordada. Mesmo com experiência, sempre precisamos nos adequar a turma que iremos trabalhar. Esta é uma das temáticas, além da precária unidade escolar, que nem papel para imprimir as tarefas possui.